As vacas deles são melhores... (NO VACANCE)


Dias atrás enquanto eu e um primo conversávamos num Bar, principiamos uma discussão acerca da Autocracia x Democracia e coisas do tipo. Quando o efeito étílico já havia atingido o ápice de sua ação em nosso cérebro, ficamos excitados o suficiente para falarmos como políticos num comíssio lotado! --- Acredito que se tivéssemos pedido alguns votos os teríamos conseguido (Isso não foi uma crítica subjetiva ao voto do brasileiro, nem ao governo lula). Bem, voltando ao assunto, meu primo, "jogou na roda" uma realidade pouco discutida sobre um hábito do brasileiro... o de supervalorizar o que há em outros países, ignorando a qualidade do que há em sua pátria mãe. Bem, para entender melhor, uma ilustração: Conversa vai, conversa vem... falando sobre o preço do leite em Minas Gerais (Também não é uma crítica), um primo meu disse com toda a vaidade (Tirando onda), que havia bebido um leite boliviano, ---- Meu Deus! Leite boliviano!! dá pra acreditar!? será que as vacas de lá são melhores do que as de cá!? há menos que as vacas de lá estejam mascando folhas de coca e isso esteja influenciando nas propriedades do leite boliviano....acho improvável... Mas não pára por aí. Isso não acontece só com o leite--não, é o tecido americano, o vinho chileno (também temos bons vinhos), mesmo com produtos importados (se foi fabricado na américa e não na zona franca de manaus, "vale mais") e por aí vai....
O homem não valoriza o que possui, me lembro logo das palavras do poeta romano Ovídio que narrou que "...o touro tem mais valor em terreno estrangeiro". e de um professor de psicanálise que disse: "... A comida do vizinho é sempre mais gostosa". Bem, cabe a cada um observar e concluir se não fazem parte dos "Apreciadores do leite boliviano"!
(Samuel Tavares)

2 comentários:

Anônimo disse...

Eu acredito que um brasileiro dizer que o produto nacional não vale nada é o mesmo que declarar que ele mesmo não vale o prato que come.

JH II disse...

Alguns brasileiros não têm e nunca terão amor à pátria,mas são uma minoria.